Aumentam os focos do mosquito da dengue em Governador Valadares

image

Aumentou para 7,9% o número de focos do mosquito da dengue em Governador Valadares (MG). É o que aponta o Levantamento de Índice Rápido por Infestação de Aedes aegypti (LIRAa) divulgado pela Prefeitura na tarde desta quinta-feira (10). No levantamento anterior, realizado em março de 2015, o índice era de 4,9%. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o índice considerado satisfatório é de no máximo 1% das residências apresentarem focos da doença. Acima de 3,9% é considerado como alto risco de transmissão.

Ainda segundo o LIRAa divulgado, os focos de mosquito são encontrados especialmente nas casas, sendo a mais encontrados em ralos (44,6%), seguidos de reservatórios de água no chão (31%), pratos de vasos de plantas (10,5%), lixo (5,7%), caixas d’água (5,5%), bromélias (1,8%) e pneus (0,8%).

Segundo os dados divulgados pela Prefeitura, nenhum bairro atingiu índice menor que 1%. Dentre os locais com maior infestação estão os bairros Ilha dos Araújos, Jardim Alice, São Paulo, Santa Terezinha e São Tarcísio, que possuem 16% dos imóveis com focos.

De acordo com a Prefeitura, por meio dos resultados obtidos o município intensifica as ações de combate à dengue nos locais com maior presença de mosquito Aedes aegypti por meio de mutirões, vistorias, bomba costal, entre outras medidas. Também possibilita que a população saiba se o bairro onde mora está com infestação do vetor e ajude a combatê-lo, colocando areia nos pratos de plantas, telas ou água fervendo uma vez por semana nos ralos, entre outros cuidados.

Notificações
A Prefeitura divulgou ainda dados de notificações de doenças provocadas pelo mosquito Aedes aegypti em 2016. Até o momento, foram notificados 3.150 casos de zika, sendo 18 confirmados pela Secretaria de Saúde do Estado de Minas Gerais. Em 2015 foram 54 notificações da doença.

Em relação à dengue, foram 1.526 casos notificados, sendo confirmados 244 casos até agora. O número de notificações até o momento já é superior a todo o ano passado, quando foram notificados 1.369 casos. Em 2014, foram 1.148 notificações de dengue

Além disso, em 2016 foram notificados 113 casos de chikungunya. Em 2015, foram 20 notificações da doença.

Via G1/Vales



WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com