Fundação Renova inicia Programa de Indenização Mediada em Naque

watu_rio_doce_mosaico_0005_tadeu_bianconi

Começaram nessa segunda-feira (18) os atendimentos à população de Naque, no Vale do Rio Doce, pelo Programa de Indenização Mediada (PIM) realizado pela Fundação Renova, entidade criada pela Samarco para reparar os danos provocados pelo rompimento da barragem de Fundão, ocorrido em novembro de 2015.
Em função do desabastecimento de água à época, os moradores da cidade poderão aderir voluntariamente ao programa. Segundo a Fundação Renova, foi realizada avaliação considerando o tempo que o município de Naque ficou sem abastecimento e distribuição de água e ainda o valor médio das contas de água da população.
Baseada nessa análise, foi definido o valor da indenização em R$ 880 por pessoa, considerando sempre o acréscimo de 10% para crianças menores de 12 anos, idosos, grávidas e lactantes (na época) e pessoas com deficiência.

Pagamento
Os interessados podem fazer agendamento pelo telefone 0800.031.2303 até o mês de novembro; a ligação é gratuita. Será marcada uma reunião na qual o morador poderá fechar o acordo e sair com o cartão em que será creditado o valor da indenização. O pagamento da indenização é realizado em até 90 dias a partir da assinatura do termo de conciliação.

Ainda de acordo com a Fundação Renova, a indenização de menores de idade e incapazes possui diferenças estabelecidas por lei, na qual a entidade só pode fazer o pagamento após a autorização de um juiz, mas todo o processo é conduzido pela equipe do programa, sem que seja necessário contratar advogados.

Foto: Reprodução/Internet
Via G1/Vales