STJ concede liberdade provisória para ex-vereador de Valadares preso na operação Mar de Lama, em MG

ricardo-assuncao

Supremo Tribunal de Justiça (STJ) concedeu, na noite dessa quinta-feira (1º), liberdade provisória ao ex-vereador de Governador Valadares (MG), Ricardo Assunção (PSB), preso na operação Mar de Lama, em 2016. O ex-parlamentar está preso na Penitenciária Francisco Floriano de Paula e é esperada, ainda nesta sexta-feira (2), sua libertação. Com a decisão do STJ ele poderá responder ao processo em liberdade.

 Ricardo Assunção aguarda apenas a assinatura da juíza da terceira Vara Criminal da Comarca de Governador Valadares, que está acompanhando o caso, para sair da unidade prisional. Ele é o único dos sete parlamentares detidos durante a Mar de Lama que ainda permanecia preso provisoriamente. Ricardo foi afastado do cargo na primeira fase da operação, sendo preso na terceira fase, que buscava desarticular uma organização criminosa que envolvia parlamentares e a empresa Valadarense, responsável pelo transporte coletivo da cidade, segundo o Ministério Público e a Polícia Federal.
Na organização criminosa, os vereadores recebiam propina para aprovar projetos de interesse da empresa, como o aumento da tarifa na cidade. Ricardo Assunção é investigado por ter supostamente participado em seis crimes, entre eles, corrupção passiva. Caso o ex-parlamentar seja condenado, as penas podem chegar a 96 anos de prisão.
Até a publicação desta matéria, o ex-vereador ainda não havia deixado o presídio.
Foto: TRE