Operação combate o crime organizado em Uberlândia, no Triângulo Mineiro

srene

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Uberlândia, deflagrou na manhã desta quinta-feira, 10 de novembro, a operação GTA.

Durante a ação foram cumpridos 49 mandados de busca e apreensão domiciliares, 45 mandados de prisão preventiva, seis mandados de busca e apreensão de menores infratores e 20 sequestros de veículos dos investigados integrantes de estruturada organização criminosa, que exercia suas atividades em Uberlândia, inclusive dentro de presídios da região.

Iniciada em maio deste ano, a investigação realizada pelo Gaeco Uberlândia, composto por promotores de Justiça e policiais da PMMG e PRF, apura a prática de diversos crimes, em especial o tráfico de drogas, porte ilegal de armas, roubos de veículos, receptações, corrupção de menores, entre outros.

Constatou-se que, após os veículos serem subtraídos, os membros da organização criminosa os utilizavam como moeda para a aquisição de entorpecentes a serem comercializados na região. Apurou-se ainda que, além de subtraírem os veículos, os integrantes da organização modificavam suas placas, remarcavam o chassi e adulteravam outras características como forma de não serem descobertos.

Durante os seis meses de investigação, foram realizadas 16 prisões em flagrante, ocasiões em que foram apreendidos mais de 500 quilos de maconha, diversas armas de fogo, um veículo desmanchado e outros seis veículos, também produtos de crime.

A operação conta com a participação de 210 policiais militares, 60 viaturas, uma aeronave e três promotores de Justiça integrantes Gaeco.

Fonte: Gaeco Uberlândia